Rio de Janeiro AquiRio de Janeiro Aqui

Setores | Parque Nacional da Floresta da Tijuca

O Parque Nacional da Floresta da Tijuca, como reserva florestal, abrange várias áreas da cidade, divididas em quatro setores com diferentes atrações, indo além da primeira área demarcada como parque, chamada de Floresta da Tijuca, que é a mais antiga.

Diferença entre Floresta da Tijuca e Parque Nacional da Floresta da Tijuca

Fotos do Parque Nacional da Floresta da TijucaA primeira idéia que nos vem à mente, ao ouvir falar em Floresta da Tijuca e Parque Nacional da Floresta da Tijuca, é que ambos se refiram à mesma área ou local.

Mas existe uma pequena diferença. A Floresta da Tijuca é uma antiga reserva florestal, criada ainda no tempo do Império por Dom Pedro II, área esta que fica no Alto da Boa Vista, que por sua vez, é vizinho do bairro da Tijuca. Em tempos passados, o Alto da Boa Vista era também conhecido como parte integrante de uma grande área chamada "Grande Tijuca", daí o nome de Floresta da Tijuca.

Está área mais antiga, totalmente reflorestada, além de ser reserva florestal, é também um parque pitoresco pois possui inúmeras benfeitorias, e atrativos de lazer, muitas vias pavimentadas assim como trilhas demarcadas que começaram a ser planejadas e construídas ainda na segunda metade do século 19. Está área é chamada de Setor A ou Floresta da Tijuca, e como as demais pertencem ao Parque Nacional da Floresta da Tijuca.

Os quatro Setores do Parque Nacional e seus atrativos

O chamado Parque Nacional da Floresta da Tijuca, criado em 1961, à aproximadamente 50 anos atrás, é mais extenso e vai além da primeira área e reserva florestal chamada de Floresta da Tijuca (Setor A), que é a mais antiga e que foi criada e demarcada como parque na segunda metade do século 19.

Este Parque Nacional como reserva florestal abrange várias áreas da zona sul e norte da cidade, sendo dividido em quatro setores chamados por nomes e letras como mostrados no mapa abaixo.

Mapa dos setores do Parque Nacional da Floresta da Tijuca

Acima um mapa ilustrativo utilizando foto de satélite, com os setores do Parque Nacional da Tijuca demarcados sobre o mesmo.

Mapa legendado com os quatro setores do Parque Nacional da Floresta da Tijuca. Clique sobre os mesmos para amplia-lo e ver com mais detalhes..

Mapa legendado com setores do Parque Nacional da Tijuca

Fonte: O mapa acima é distribuido impresso em um folheto no Centro de Visitantes do Parque.

No mesmo estão contida as principais atrações de cada setor, vias pavimentadas, e indicação de algumas trilhas.

Abaixo a descrição dos setores com seus principais atrativos como locais de passeio, lazer e caminhadas.

Setor A | Floresta da Tijuca

Este é o setor mais conhecido e com mais estrutura para passeios, com muitas atrações, vias internas pavimentadas, trilhas demarcadas, recantos pitorescos, restaurantes, bosques e até play grounds para crianças. No mapa acima está demarcado em cor roxa, tendo seu principal portão de acesso pelo Alto da Boa Vista.

Entre os principais atrativos estão a Cascatinha Taunay, inúmeras trilhas e cachoeiras, estradas pavimentadas por onde pode-se caminhar contemplando a grandeza e imensidão da floresta. Em termos de caminhadas, um dos destaque seria o caminho rústico para percorrer à pé ou de bicicleta até o Mirante Excelcior.

Entre os picos que se destacam neste setor estão a Pedra do Conde com 728m de altitude, o Bico do Papagaio com 975m e o Pico da Tijuca, o mais alto de todos com 1021 metros.

Este setor é o mais apreciado por quem aprecia contato com a natureza, fazer caminhadas em meio à matas cerradas através de vias pavimentadas ou trilhas, e encontrando algum riacho ou cachoeira aqui ou acolá.

Setor B | Serra da Carioca

Está é uma área do Parque que é delimitada de um lado pelo Alto da Boa Vista e Tijuca, tendo em uma das extremidades o Cosme Velho, e do outro lado mais extenso os bairros da Gávea, Horto, Jardim Botânico e Botafogo.

Neste setor existe também belas estradas sinuosas, com belos mirantes entre eles o mais famoso do Rio, o mirante do Corcovado e monumento do Cristo Redentor. Durante a subida ao Corcovado, seja pela auto estrada ou pela ferrovia, pode-se observar a floresta.

Entre outros mirantes de onde se obtem vistas esplendidas da cidade, também situados neste setor estão a Vista Chinesa a Mesa do Imperador, que situam-se alto de uma estrada que liga Alto da Boa Vista ao Jardim Botânico através de subida e descida da Serra da Carioca.

Outro Mirante fantastico é o Dona Marta que fica em um patamar rochoso um pouco abaixo do Corcovado e proporciona também lindas vistas da cidade e Baía de Guanabara. Ainda neste setor, existem dois outros mirantes pouco conhecidos, o Mirante do Andaime Pequeno e Mirante Bela Vista.

Faz parte também deste setor o Parque Lage, cujo portão de entrada situa-se na Av. Jardim Botânico. Para os adeptos de trilhas e caminhadas mais pesadas, existe uma trilha na mata que liga o Parque Lage até bem próximo do cume do Corcovado, quando então pega-se as vias pavimentadas.

Este é o setor mais visitado por causa do Corcovado e Cristo Redentor, que recebem centenas de milhares de turistas por ano.

Setor C | Pedra Bonita, Pedra da Gávea

Este setor engloba a sempre misteriosa e cercada de lendas Pedra da Gávea, e a Pedra Bonita, onde existe uma rampa de asa delta. É o setor amarelo mostrado no mapa, situando-se entre São Conrado, uma extremidade da Barra da Tijuca, o Itanhangá, e tendo pelo outro lado, um pouco distante o alto da Boa Vista. Quem já fez caminhada na trilha da Pedra Bonita, avistou lá em baixo o Alto da Boa Vista.

Para quem é adepto de caminhas pesadas que exigem algum esforço em certos trechos, existe a trilha da Pedra da Gávea, e para quem quer uma caminhada leve, existe a trilha da Pedra Bonita, de onde também se tem uma magnífica vista de São Conrado e Barra da Tijuca. O Pico da Agulhinha, próximo à Pedra Bonita é outro destaque para ser apenas contemplado, exceto se voce for um alpinista e se aventurar em escaladas difíceis.

Este setor é muito apreciado por quem é adpto de esportes radicais associados às alturas, caminhadas pesadas à Pedra da Gávea, e também por quem que voar de asa delta.

Setor D | Pretos Forros / Covanca

O setor dos Pretos Forros / Covanca não apresenta estrutura para visitação, e atualmente é uma zona em fase de recuperação. No presente momento, apenas uma área de preservação ambiental.

Referências

  • Relatos do autor desta página aos locais citados.
  • Materiais de divulgação dos orgão responsável pelo parque.