Rio de Janeiro AquiRio de Janeiro Aqui

Parque Lage | RJ

O Parque Lage é uma grande área verde do Rio de Janeiro, com um belo palacete ao centro. Os jardins frontais são gramados e os laterais compostos de imensa floresta entremeada por plantas e flores, por onde passeia-se por caminhos pitorescos, passando por uma pequena ponte, ala de palmeiras e até um aquário em forma de pequena caverna. O local abriga também EAV, Escola de Artes Visuais.

Parque Lage Horário de Funcionamento

Como chegar lá e horário de funcionamento

Mapa de localizaçãoIr ou chegar ao Parque Lage não é uma tarefa difícil. O parque situa-se à Rua Jardim Botânico, nº 414, bairro do Jardim Botânico. Caso vá de ônibus, pegue algum que passe pela Rua Jardim Botânico. Pelo metrô também é possível, e neste caso verifique em qual estação é melhor descer para pegar um ônibus de integração.
Ou seja, pode-se comprar um bilhete de metrô que de direito à pegar um ônibus que passe pelo local.

Endereço: Rua Jardim Botânico, nº 414, bairro do Jardim Botânico - Rio de Janeiro - RJ | CEP: 22.461-000

Horário de funcionamento: | Telefone: (21) 3257.1800 (21) 3257.1840

Preço: Entrada Gratuíta. | Site: ----

O que ver e o que fazer no parque e suas atrações

O local é ideal para qualquer pessoa visitar ou passear, de qualquer idade, sendo uma área de lazer e passeio, principalmente para quem gosta de verde e de contato com a natureza.

Abaixo o Palacete do Parque Lage, em estilo Romano, e seu jardim frontal geométrico. Os jardins laterias, ao contrário deste que é gramado e descampado, é composto de densa vegetação, formando uma verdadeira floresta de árvóres.

Palacete estilo romanoJardins do parque

Acima o palacete com jardim francês à sua frente e do lado direito o edifício do áquario em meio aos jardins românticos ou jardins com predominância de estilo inglês.

Jardins Que Parecem Uma Floresta Mágica

Jardins e floresta no Parque LageA diversidade da vegetação dos jardins do Parque Lage e suas disposições, é tão interessante e complexa, que somente através de uma visita ao local seria possível constatar isto.

Entretano, através de algumas fotos pode-se ter uma idéia da sensação de caminhar por suas pitorescas vielas e alas.

Mais uma vez voltando ao entretanto, apesar das fotos serem bonitas, estas representam apenas algumas impressões pessoais, pois o que existe para se ver, vai muito além, em função da diversidade de angulos, cenários e locais que agradam mais de acordo com o ponto de vista de cada um. E portanto, nada substitui uma visita ao local.

Palacete em Estilo Eclético Romano

Palacete com pátio interno em estilo romanoO Palacete do Parque pode ser uma aula de arquitetura aos observadores atentos ao estilo do palácio, ao partido tomado e implantação no local, assim como uma aula sobre diferentes tipos de paisagismo, já que no local existem jardins romanticos ao estilo inglês com caminhos fantasios e sinuosos assim como um jardim racionalista e geométrico, planejados e executados em diferentes épocas.

Bar Restaurante no Pátio Interno

No local, dentro do palacete, voltando-se para o pátio interno, existe um pequeno bar-restaurante que serve bebidas e comestíveis, onde as pessoas se sentam em mesas em volta da piscina e alguns outros se sentam em almofadões no chão, descontraidamente.

Jardins Românticos e Jardins Racionalistas

Jardins com paisagismo românticos e clássicoAlém da arquitetura, o outro maior atrativo são os jardins, por onde pode-se passear em meio aos jardins com grandes árvores, que em alguns locais parecem uma floresta encantada.

Em alguns pontos dos jardins, existem elementos fantasiosos, tópicos de jardins romanticos do século 19, com lago, pequena ilhas e pontes artificiais com trabalhos em rocaille. Não poderiam faltar um coreto e uma gruta em argamassa, imitando rochas e troncos de árvores.

O jardim que fica imediatamente em frente ao paácio, predomina um gramado geometrizado e racionalista, com chafariz ao centro e bancos ao redor. Deste local tem-se uma bela vista do Corcovado.

Aquário Projetado na Metadade do Século 19

Casa do aquário do parqueUma pequena pequena e fantosiosa edificação por entre os sinuosos caminhos dos jardins do parque abriga um áquário, com pequenos peixes de diferentes espécies de várias partes do mundo [...]

Trilha do Parque Lage ao Corcovado

Para os mais minuciosos, e adeptos de caminhadas com maior rigor em termos de dificuldade, existem também trilhas, que podem levar ao Cristo Redentor no cume do Corcovado, ou outros pontos da Floresta da Tijuca. Mas esta é outra estória, e este tipo de passeio pela mata, somente deve ser feitas em grupos com guias bem experiêntes e conhecedores do local.

Cavalariça

cavalariçaNo local também existe uma cavalariça ou estrebaria com fachadas em estilo neogótico. Eu que escrevo este sequência de páginas sobre o local não sei se pode ser visitada internamente, pois quando lá estive com minha esposa em um domingo se encontrava fechada.

Até onde sei, o antigo estábulo é também utilizado pela Escola de Artes Visuais como instalações de apoio e local para exposições.

Escola de Artes Visuais

O Parque Lage abriga em seu palacete, a Escola de Artes Visuais, o que confere ao local um certo dinamismo e efervecência cultural.

Disto vem um ambiente informal cheio de estilo próprio dos frequentadores diários, um estilo que combina um ar desligado e intelectual, típico de pretendentes à artistas.

História do Parque Lage

A história da ocupação das terras do Parque Lage vem da segunda metade do século XVI, tendo sido propriedado rural do então Governador do Rio de Janeiro, que lá possuia um engenho de açucar. Do século XIX em diante, passou a ser chácara de nobres e aristocrátas até a metade do século 20, quando então o local se tornou um parque aberto à visitação [...]

Sobre o Atual Parque Lage

Os jardins do Parque Lage, que se estendem ao redor do palacete e é parte integrante do Parque Nacional da Tijuca mais conhecido como Floresta da Tijuca. O Palacete e área circundante são bens tombados e fazem parte do patrimônio histório nacional.

Os jardins estão organizados entre caminhos pavimentados em pedra e também entre pequenas vielas em terra, situando -se em uma área de 52 hectares, logo abaixo das encostas do Maciço do Corcovado e ao lado do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

A vegetação forma uma floresta, com variedades da Mata Atlântica, estando sob uma das encostas do Corcovado.