Lagoa Rodrigo de Freitas

Lagoa Rodrigo de Freitas

A Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro também dá nome ao bairro formado pelas margens de terra que a circundam. Além de ser um local de nobre morada, com belas vistas para as montanhas, possui um grande parque que circunda suas margens, que se tornou um grande espaço de lazer ao ar livre no cenário da cidade.

Uma das Muitas Lagoas do Rio de Outrora

Nos tempos mais remotos, nos primordios da colonização e por muito tempo que se seguiu, o Rio de Janeiro era um território baixo e algadiço, com muitos mangues e lagoas entre os morros. Muitas destas lagoas foram aterradas, sendo algumas das mais famosas a de Santo Antonio que ficava no local onde hoje é o largo da Carioca. A lagoa do Boqueirão se extendia desde os Arcos da Lapa até onde fica o Passeio Público. Na verdade, o Passeio Público foi construído sobre área desta lagoa que foi aterrada.

Muitas outras lagoas que existiram entre a zona sul e centro do Rio de Janeiro não existem mais. Entre as que restaram, ainda existe a de Sacopenapã, que depois passou a se chamar Sebastião Varela e finalmente Lagoa Rodrigo de Freitas, que é a maior de todas e também objeto da abordagem desta página.

Entretanto, deve-se notar que a Lagoa sofreu inúmeros aterramentos ao longo do tempo, e hoje em dia conta aproximadamente com apenas metade de sua área original.

Um Imenso Parque e Área de Lazer

Ao redor do espelho d´agua da lagoa, existe uma enorme area de lazer, apropriada para caminhadas e exercícios, passeios de de bicicleta, fazer jogging, ou praticar esporte em algumas quadras disponíveis cercadas por alambrados.

Pedalinhos para passear na lagoa também estão disponíveis para alugar nos fins de semana, assim como bicicletas.

No local existem kiosks ou pequenos bares que vender sandwiches, sucos, refrigerantes e cerveja. Entretanto, existem também um ou outro bar e restaurante com comida refinada, que podem fazer bem ao palador, mas talvez não muito bem para o bolso.

Como a área é grande, a melhor maneira de conhecer o local, e descer em algum ponto e sair caminhando, procurando belos angulos de paisagem e locais com os quais mais se identifica ou mais lhe agrada, principalmente se voce tiver bastante tempo de sobra.

Foto tirada de pier da lagoa Rodrigo de Freitas

Piers e Atracadouros

Em alguns pontos da Lagoa, existem piers que pertencem à instalações nauticas de clubes de regatas, e muitas vezes se vê barcos longos e finos, que se assemelham a espinhas de peixe com seus remos e seus inúmeros atletas remadores atravessando a lagoa em treino para competições ou para simples prática desportiva.

A foto que aparece acima, foi tirada de um pier da Lagoa, onde se vê o extenso espelho d´agua e do outro lado os prédios que a circundam, assim como um pouco da vegetação que margeia a lagoa. À direita da foto, vê-se o morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea, a com o topo achatado, mais à direita.

Ao centro da lagoa, na foto, aparecendo bem distante, um "pedalinho" ou barco de fibra de vidro movido à pedal navega pela lagoa.

Vista panorâmica da lagoa rodrigo de freitasCiclovia, pista de caminhada, jogging e quadras esportivas da lagoa rodrigo de freitas

Pista para Caminhada e Ciclovia

Na foto acima, do lado esquerdo, uma ampla vista da Lago Rodrigo de Freitas tendo ao fundo do lado esquerdo o Morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea. Em primeiro plano as margens gramadas da lagoa e à direita a pista de caminhadas e ciclovia. Mais ou fundo do lado direito, alguns prédios de apartamentos que circundam a Lagoa.

Quadras Esportivas, Gramados e Parques

Na imagem do lado direito, mostrada acima, aparece novamente ao centro a ciclovia e pista para jogging (ou caminha). Quadras esportivas são vistas à direita assim como um pequeno parque. Ao lado dois toldos, um com um banco de sentar em baixo. Em alguns locais muitas árvores criam um clima agradável e uma bela paisagem. Embora a pista de corrida ou caminha, assim como as algumas quadras possam ser pavimentadas, o verde predomina, com gramado às margens e nos parques repletos de árvores. Completando o cenário, bem ao fundo as montanhas do Rio de Janeiro.

Quiosques e pedalinhos ás margens da lagoa rodrigo de freitasMargens da lagoa rodrigo de freitas

Quiosques, Bares e Restaurantes

Acima na foto, do lado esquerdo perto das arvores um kiosk (pequeno bar) e mais à frente um pequeno restaurante margeando a ciclovia e pista de caminhada que também aparece nesta cena de um ensolarado fim de semana. Muitos quiosques se estendem ao longo da lagoa, e oferecem bebidas, refrigerantes e sucos. Volta e meia se vê algum carrinho de cachorro quente.

Barcos de Aluguel | Pedalinhos

Ainda na mesma foto descrita no parágrafo anterior, vemos à direita, ao longo de um trecho das margens da Lagoa, vários barcos à pedal em forma de cisnes, atracados nas margens, disponíveis para aluguel nos fins de semana. Ao fundo os prédios que margeam a Lagoa, de frente à uma grande montanha de rocha. O prédios que parecem mais altos, estão sobre uma estrada elevada, que segue ruma ao bairro de Copacabana, estrada esta feita através de um corte na rocha.

A imagem mostrada acima, do lado direito, é uma bela foto das margens gramadas da Lagoa, onde se vê em primeiro plano uma palmeira e uma pequena árvore. Entre elas "pedalinhos" ou barcos de aluguel em forma de cisnes, movidos à pedal.

Ao fundo, após a grande lâmina dágua da lagoa, as margens do outro lado, vendo-se os prédios bem pequeninos, dando uma ideia da extensão e grandeza da lagoa. Novamente ao fundo, aparece o Morro Dois Irmãos.

Parque da Catacumba

Basta atravesssar a Av. Epitácio Pessoa que circunda a Lagoa, em frente ao número 3000 para encontrar o portão do Parque da Catacumba. Se trata de uma grande área verde que é também uma reserva ecológica, onde entre uma densa vegetação e muitas árvores é possivel passear em caminhos de pedra, sentar-se em alguns bancos, em meio à um ambiente agradável e de temperatura amena proporcionado pela vegetação circundante. O parque é bem frequentado, pelo que constatamos no domingo que lá estivemos. No local também existem algumas esculturas espalhadas pelos caminhos e pequenos espaços para sentar. O parque fica aberto à visitação somente durante o dia.

Se gostou, recomende: