Quinta da Boa Vista

Uma Viagem e Passeio ao Bom Gosto e à Natureza. Vale a pena visitar o parque e jardins da Quinta da Boa Vista, pois é uma viagem ao Século XIX, uma visita ao bom gosto e ao contato com a natureza. Uma imersão no tempo em que os olhos se voltavam também para a vida ao ar livre e o verde.

Quinta da Boa Vista no Rio de Janeiro

A Quinta da Boa Vista é um imenso parque situado na zona norte do Rio de Janeiro aberto à visitação pública para lazer. Se trata de uma enorme área verde, com farta vegetação, belas árvores e áreas gramadas, além de contar com um lago com pedalinhos. Em tempos passados, a Quinta da Boa Vista era Jardins do Palacio Imperial de São Cristovão, antiga morada dos Reis.

Passeios no Local

No mesmo local se encontra também o Museu Nacional de História Natural e o Zoológico do Rio de Janeiro que podem ser visitados conjuntamente e num mesmo dia.

Para quem vai pela primeira vez, para visitar todo o parque, o Museu e o Zoológico é necessário um dia inteiro no mínimo.

A Quinta, apesar de sua beleza, passa despercebida entre os roteiros de passeios, excursões, city tours e pacotes de agências de viagens do Rio de Janeiro, sendo mais visitada pelos cariocas e alguns visitantes ou turistas que procuram algo fora do eixo principal.

Entretanto apesar não estar entre os principais pontos turisticos do Rio de Janeiro, confere um ar especial para quem procura algo que vai além de locais e realidades pre-arranjados para turismo.

Enfim, a Quinta é um bom local de passeio e lazer, sendo mais frequentado pelos cariocas e moradores da cidade do Rio de Janeiro.

Como chegar ao local

Para chegar à Quinta da Boa Vista, pode-se usar o Metrô e descer na estação São Cristovão. Fica logo ao lado, bastando atravessar a rua para atingir um portão de entrada.

Endereço: Avenida Pedro II, sem número, bairro São Cristóvão, Rio de Janeiro - RJ

Horário de funcionamento: O parque abre diariamente, das 9 às 17hora

Preço: Entrada grátuita.

O Parque, os Jardins e o Lago

Quanto aos Jardins, que hoje é um Parque aberto à visitação, e além do cenário natural, e possivel observar árvores de diferentes espécies, algumas com troncos e cipós enormes.

Vídeo Quinta da Boa Vista

Vídeo de 2 minutos com melhores fotos de passeio e visita
à Quinta da Boa Vista onde são vistos os jardins, lago e palácio.

Nos tempos da Monarquia, antiga residência da familia real. Hoje parque e museu aberto ao lazer e vistação pública.

Veja também Quinta da Boa Vista | Animação em Gif e Quinta da Boa Vista | Animação com flash.

Os jardins são imensos, com grandes áreas gramadas, belas e enormes árvores, contém um lago com duas cavernas, com pedras e gruta artificial que lembra um covil de piratas, sendo que em uma delas pode-se caminhar por dentro.

O parque tem também um mirante em estilo de pagode chinês e dentro do lago uma espécie de coreto com pergola e colunas neoclássicas ligadas por uma ponte pictoresca imitando galho de madeira.

Pode-se ver passáros, e muitos bancos estão também espalhados pelo local. A frequências é diversificada, com predominância de pessoas e familias simples e descontraidas, e muitos aproveitam para fazer piqueniques. Muitos levam uma cesta ou bolsa com lanches, comida e algo para beber, estendendo uma toalha no gramado.

Lazer | Pedalinhos no Lago e Biclicletas de Aluguel

No lago pode-se alugar "pedalinhos" ou barcos a pedal em forma de cisnes, e pode-se também alugar "bicicletas" ou "tricicletas" com um toldo de cobertura onde duas pessoas podem pedalar sentadas. Ainda nas margens do lago encontram-se uma espécie de caiaques ou canoas a remo para alguel.

Alimentação no Local e Piqueniques

No local aos Domingos e dias movimentados como feriados, sempre se encontra barracas que vendem sanduiches e cachorros quentes a preços populares, assim como vendedores de picolé e sorvete, água mineral e refrigerantes. Mas como foi dito acima, muitos levam uma toalha para estender no gramado e fazem um piqueniques. No local existe também um bom restaurante.

História e Sobre os Jardins do Palacio Imperial

Quinta da Boa Vista é uma grande área que foi residência, jardins e chácara da familia Real entre 1817 até 1889 até que a Republica fosse proclamada. Fica localizada no bairro de São Cristovão, bairro antigo e tradicional, onde no tempo do Império, vivía a aristocracia do Rio de Janeiro.

A área com jardins e paisagismo foi planejada e executada em 1869 por Auguste Glaziou, um paisagista Francês.

Estes grandes jardins tendem a um paisagismo mais romantico e ao estilo Inglês, com várias alas sinuosas cercadas por avores e gramados. Pode-se caminhar por alas cercadas por arvores, enormes jardins gramados e com muitas arvores, lagos e caminhos pitorescos.

Cenários fantasiosos foram criados, que estão lá como eram na época. Incluem-se um mirante em forma de pagode chinês, cavernas, e uma ilhota com pergolado.

Mas existe um jardim menor, exatamente em frente ao Palácio Neoclássico, que foi a antiga morada dos Reis até a proclamação da Replública, que segue um estilo mais cartesiano e com linhas mais geométricas, cercado por muretas formadas por pilastras também em estilo neoclássico, dando extensão à intensionada magnitude do Palácio. Este espaço cercado é anterior aos jardins projetados por Auguste Glaziou em 1869, entretanto, deve ter tomado a forma atual na mesma época.

O antigo Palácio Imperial de São Cristovão onde moraram os Reis do Brasil, abriga hoje o Museu Nacional de História Natural ou Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Anúncio:

Com execeção de sua arquitetura, pelo menos até onde se pode visitar, no interior do palácio não existe mais o mobiliário de época do tempo do Império, pois Dom Pedro II ao exilar-se na Europa após a proclamação da República, pode levar consigo o mobiliário. Mas o Museu é rico em acervo natural, tem sido renovado e modernizado, e está aberto à visitação. Em Petrópolis, cidade a uma hora do Rio fica o outro antigo Palácio da família real, ou palácio de verão.

O Bonito e o Feio

O local poderia estar mais bem cuidado (em 2008) mas ainda assim é muito bonito. A única coisa realmente feia que se vê na Quinta da Boa Vista é um certo descuido com a preservação do local e limpeza. A gruta do lago poderia ser mais limpa assim como algumas partes dos lagos poderiam ter sua agua mais limpa ou bem cuidada.

Nós, que aqui comentamos, estivemos lá recentemente em abril de 2008 e maio de 2009. O Antigo Palácio e hoje Museu Nacional de História Natural estava sendo reformado e agora está com a fachada principal recuperada.

Outra coisa de gosto horrivel (isto é uma opinião pessoal) são algumas lixeiras de plastico cor laranja que volta e meia vemos uma, e que interferem e agridem fortemente a paisagem. Não é somente na Quinta da Boa Vista que se encontram estas lixeiras, as mesmas estão espalhadas por toda a cidade e também por todos os demais parques.

Quando se tira alguma foto e aparece a "bendita lixeira laranja", esta infelizmente chama atenção para sí constrastando com todo o clima e beleza das fotos do Rio, seja nas praias, em áreas verdes, seja onde for, lá estão as lixeiras laranjas. Ainda reafirmando ser um comentário pessoal, penso que se existisse mais bom gosto, estas lixeiras deveriam ser de cor branca na orla ou de cor verde em parques e jardins para interferirem menos com o paisagismo da cidade.

Jardim Zoológico do Rio de Janeiro

O Jardim Zoológico situa-se em uma área pertencente ao parque Quinta da Boa Vista, área esta que lado direito, próxima aos fundos do antigo Palácio Imperial e hoje Museu Nacional. Na verdade, a entrada do Zoo fica dentro do parque, bastando tomar uma descida dos jardins que ficam do lado direito de quem vê o Palácio. Assim como o imenso parque, o Zoológico do Rio de Janeiro também é muito bonito, com muito verde, alas de palmeiras e diversos animais da fauna Brasileira e do exterior.

Eventos no Local

Ocasionalmente são organizados shows de musica no local, geralmente em alguma data comemorativa ou fim de semana ligado à algum evento especial. É de se questionar este fato, já que os jardins e o paisagismo são de rara beleza, tendo valor histórico, artístico e cultural. Talvez o local não seja o mais adequado para abrigar eventos envolvendo multidões.


Referências

Se gostou, recomende: