Rio de Janeiro AquiRio de Janeiro Aqui

Bailes de Carnaval no Rio de Janeiro

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Sobre bailes de carnaval, datas de realização, suas origens e tradições. Embora alguns tipos de bailes ocupem mais espaço na mídia, sempre existiram bailes de vários tipos no Rio de Janeiro, e que se adequam às mais diferentes faixas de poder aquisitivo.

Origens dos Bailes de Carnaval, Máscaras e Fantasias

Segundo Nelson Costa, autor do Livro "Rio de Ontem e de Hoje", as máscaras e disfarces já existiam no imaginário local inspirada nos indígenas, mas foram os portugueses que introduziram as máscaras e fantasias europeias, como eram usadas no Velho Mundo.

Os primeiros bailes de máscara e à fantasia, aconteceram em hotéis e posteriormente em teatros, como o São Januário e no antigo Beco do Cotovelo.

À seguir, outros teatros inauguram os bailes populares em locais como a Chácara da Floresta, Castelo e Campo de Sant´Ana.

Para quem não sabe, deve-se dizer que, o Teatro São Januário era um teatro, que ficavava atrás da antiga Cadeia Velha, perto da Praça 15.

Este teatro foi posteriormente demolido, assim como a antiga Cadeia Velha. No lugar da antiga Cadeia Velha foi construído o Palácio Tiradentes.

Antigos Bailes Abertos Mediante Ingresso

Os Bailes de Clubes, em tempos passados podiam ser fechados admitindo apenas sócios ou convidados, e os Bailes de Hotéis eram abertos somente aos hóspedes, convidados e pessoas de maior poder aquisitivo.

Devido à este fato, existia uma carência de diversão mais popular e acessível e muitos promotores de eventos viram um mercado na promoção de Bailes com ingressos pagos, sem a necessidade de nenhum tipo de vínculo prévio com os organizadores ou local de tal festa.

Assim alguns bailes, de longa data na história do carnaval carioca, bailes eram organizados de forma mais descontraída quanto à admissão de participantes e foliões. Desde o século 19, no tempo do Império, já existiam bailes com admissão de ingressos, quando alguns eram organizados em teatros.

Alguns dos Principais Bailes de Carnaval na Atualidade

Muitos bailes são voltados para pessoas que querem algo informal, onde o divertimento, descontração e baixo custo é o que importa. Outras tem o senso de participarem de um evento maior e cheio de "glamour". Existem bailes em sedes sociais de clubes, bailes caros como o do Hotel Copacabana Palace, e bailes temáticos e exóticos como os antigos bailes do Scala. Alguns bailes populares também tem sido organizados pela Prefeitura do Rio, como na Cinelândia. Entretanto, no ano de 2011a grande novidade fica por conta dos bailes da zona portuária sob o apoio da Prefeitura.

Veja as datas e descrição dos principais bailes de carnaval, incluindo opções para gostos diversos e diferentes faixas de preço.

Baile do Hotel Copacabana Palace

Baile tracional, frequentado pela alta sociedade, celebridades, artistas, modelos e socialites, é o principal destaque da programação do sábado de carnaval.

É um dos bailes de ingresso mais caros do Rio, realizado no salão do mais tradicional e luxuoso hotel do Rio, onde geralmente existe muita cobertura da imprensa escrita e tevisiva, e são vistas inúmeras celebridas e pessoas importantes da cidade. Em tempos passados era considerado um baile luxuoso e elegante e hoje ainda é, apesar de ultimamente terem sido mostradas na imprensa e outras mídias muitas gafes perpetradas por celebridades, que a cada dia ganham mais fama e a atenção do holofotes.

Bailes de Gafieiras e Clubes de Dança

Existem também os bailes de clubes de dança e gafieiras, cujos preços são acessíveis à todo mundo, e onde a preocupação dos que vão é mais se divertir do que serem notados pela mídia. São os que procuram realmente um local exclusivamente para dançar e se divertir, longe dos holofotes, já que este locais são frequentados por pessoas comuns e descontraidas. Embora o nome gafieira possa despertar receio, ao contrário do que se pensa, alguns bailes de clubes de dança de salão e gafieira são bem organizados e com ambiente seguro e saudável.

Baile e Carnaval Popular na Cinelândia

Na praça mais popular e conhecida do Rio de Janeiro, a Cinelândia, a Prefeitura geralmente organiza bailes populares. Esta que é a principal praça do centro do Rio, possui a estação Metro Cinelândia para facilitar o acesso, onde o baile popular ao ar livre geralmente é organizado. O "baile" é mais uma aglomeração descontraida de pessoas, onde se ouve músicas de carnval. O local fica bastante movimentado, e a frequência é variada, com todo tipo de pessoas, pessoas simples, classe média, estudantes. O perfil dos que vão ao local é o de pessoas que estão afim de se divertirem sem gastar muito e num ambiente descontraído.

Datas dos Bailes

Veja o calendário e datas de bailes do Rio de Janeiro, incluindo a programação dos bailes oficiais que acontecerão na zona portuária da cidade.

Bailes Temáticos

Nas ultimas décadas do século 20 até o tempo presente, muitos bailes tem sido organizados em diferentes locais, e entre estes se destacaram os bailes do Scala como o Baile da Cidade Maravilhosa, Baile do Vermelho e Preto e também o exótico Grande Gala Gay para o público GLS. A casa de shows Scala, que ficava no Leblon foi fechada em 2010 devido à retomada do imóvel pelos proprietários.

Muitos destes bailes, são eventos muito promovidos e que chamam a atenção da mídia (radio, jornais, revistas e televisão), e onde muitos dos que procuram estes bailes provavelmente imaginam fazer parte de um grande evento, e portanto a motivação não é somente se divertir unicamente longe dos holofotes, mas ver e participar de um acontecimento que é também destaque na imprensa.

Antigos Bailes do Municipal e Concursos de Fantasia

Durante muitos anos, foi famoso o antigo Baile da Cidade, realizado no Teatro Municipal, quando este era o baile mais disputado pela alta sociedade e famosos. O Teatro lotava, e os trajes eram a rigor para os homens que usavam black-tie e as as mulheres usavam fantasias ostentosas. O ponto culminante destes bailes eram os concursos de fantasias, onde algumas pessoas desfilavam fantasias geralmente caríssimas e trabalhosas, onde não somente o prêmio em dinheiro estimulava, mas também a fama e oportunidade de aparecer na mídia. Nesta época ficou famoso Clovis Bornay, um museólogo que todos os anos desfilava no Concurso de Fantasias do Municipal e surpreendia a todos com a criatividade e requinte das fantasias com que ele concorria. Clovis Bornay vencia tantos concursos que nos últimos anos foi considerado "Hour Concurs" para que outros tivessem chance de vencer. Ou seja, ela era convidado para participar como se fosse um campeão por antecipação, considerado alguém muito acima da média, e portanto sem concorrentes à altura.

Bailes de Clubes e Hoteis

Também se tornaram muito conhecidos e concorridos no século 20 os Bailes do Clube Monte Líbano e o Baile do Copacabana Palace que eram também, e ainda é um ponto culminante do Carnaval do Rio do Janeiro. Hoje em dia, o Baile do Copacabana Palace é o baile de maior destaque do Carnaval carioca em termos de glamour e celebridades.

Bailes Populares

Bailes populares ou mais acessíveis a qualquer bolso seriam os bailes de clubes de dança e gafieiras, cuja entrada é feita mediante ingresso comprado na porta.

Outro tipo de baile popular, seriam os bailes de rua, bancados por uma banda paga pela prefeitura. Desde as duas últimas décadas do século 20 a Prefeitura tem organizado estes "bailes" que na verdade são mais um aglormerado de pessoas em torno de uma banda que toca músicas de carnaval.

Referências

  • Diversos livros sobre a história do Rio de Janeiro abordando o carnaval foram consultados para dar suporte à criação desta página.