Rio de Janeiro AquiRio de Janeiro Aqui

Ranchos Carnavalescos

Ranchos Carnavalescos

Os Ranchos eram associações que realizavam cortejos de carnaval, com a presença de Rei e Rainha ao som das chamadas marcha-rancho. Surgiram no final do século 19 e atingiram seu maior prestígio e evidência na primeira metade do século 20.

História, origens e formatação do desfile

Os Ranchos eram associações que desfilavam ou faziam cortejo de carnval, e supõe-se que as suas influência vinham de dança e divertimentos derivados da cultura africana, como Congos e Cucumbis, divertimentos estes mais difundidos entre as camadas mais populares.

O desfile dos Ranchos envolviam uma alegoria semelhante à um cortejo, tendo a presença de Rei e Rainha, isto feito ao som de uma marcha-rancho, com uso de instrumentos de sopro e corda.

As marchas rancho, como o próprio nome diz, constituiam um rítimo bem mais pausado que o samba das atuais Escolas de Samba. O "Abre Alas", composição de Chiquinha Gonzaga é um exemplo de marcha rancho.

Os Ranchos tinham em suas fileiras os Mestres de Harmonia, um Mestre de Canto e um Mestre de Sala que era responsável pela coreografia.

Além destas caracterísiticas, cada Rancho tinha sua bandeira em forma de estandarte, com um casal de Porta-Estandarte e Mestre-Sala, reponsável pela guarda do estandarte. Nas atuais escolas de samba, também existe a figura da Porta-Estandarte e Mestre Sala, tendo sido este costume vindo dos Ranchos.

Alguns historiadores acreditam que os Ranchos são uma evolução ou modificação de antigas manifestações como a Folia de Reis, que acontecia também no dia de Reis. Apenas à título de curiosidade, penso que a chamada Folia ou Festa do Divino, possa também ter inspirado as formas de expressão dos Ranchos, pois também se utilizavam de bandeiras e fantasias.

Rancho carnavalesco - 1929

Acima vemos o Rancho Carnavalesco Caprichosos da Estopa, em foto publicada na revista Careta no ano de 1929.

Rancho Carnvavalesco Flor do Abacate em 1931

Acima o Rancho Carnvavalesco Flor do Abacate, em foto publicada na Revista Careta no ano de 1931.

Desfile de rancho carnavalesco

Acima, foto desfile de rancho carnavalesco.

Reconhecimento e Prestígio

Os Ranchos ganharam o reconhecimento das autoridades, não somente reconhecimento formal mas também na forma de prestígio. O "Reis de Ouro", um famoso Rancho à sua época, foi recebido pelo Marechal Floriano Peixoto em 1894. Assim se seguindo, nos primeiros anos do século 20 os Ranchos despontaram e se tornaram uma grande atração do carnaval carioca , quando então passaram a ser descritos como uma espécie de ópera popular.

Em 1911 foi organizdo a primeira competição oficial dos desfiles de Rancho, competição esta organizada pelo Jornal do Brasil. Neste mesmo ano, o Marechal Hermes da Fonseca convidou o Rancho Ameno Resedá para visitar o Palácio da Guanabara. No ano de 1919 foi criada a primeira Liga Metropolitana Carnavalesca, tendo como membros fundadores os principais Ranchos da época.

Declínio dos Ranchos Carnavalescos

O ultimo desfile de Ranchos no Rio de Janeiro aconteceu por volta de 1980, mas no final dos anos da década de 1950 já se encontravam em declínio.

Eu que aqui escrevo, me lembro que por volta de 1981, estive em uma noite de Carnaval na Cinelândia e Av. Rio Branco, e lá, se bem me lembro, devo ter visto parte de um dos ultimos desfiles dos Ranchos, que aconteciam ao som de uma marchinha.

As Escolas de Samba, que surgiram em torna da virada de 1930, com o tempo foram ganhando terreno e passaram a ocupar o lugar dos Ranchos. Diferentemente dos Ranchos, os membros das Escolas de Samba dançavam ao som do Samba moderno enquanto desfilavam, e o conjunto de músicos que acompanhava as escolas usavam apenas instrumentos de percurssão e não usavam instrumentos de sopro, instrumentos estes que eram até proibidos de acordo com os regulamentos dos concursos.

Leia mais sobre os surgimento e história das escolas de samba e suas diferenças com relação aos Ranchos.

Referências

  • Consulta a livros diversos sobre o Rio de Janeiro e sua história foram feitas para dar suporte à criação desta página.