Rio de Janeiro AquiRio de Janeiro Aqui

Pista Claudio Coutinho | Caminhada na na Urca

O que ver e como visitar um caminho que segue ao longo das encostas do Morro da Urca e Pão de Açucar. Ao realizar está caminhada tem-se lindas vistas dos enormes rochedos, da Mata Atlântica em recuperação e do mar em frente à praia da Vermelha.

O que ver, como visitar e fazer a caminhada

O caminho ou pista Cláudio Coutinho, fica do lado esquerdo da Praia Vermelha, isto é, de quem olha para o mar, no bairro da Urca.

Trata-se um local para caminhada dentro uma reserva natural e ecológica, chamada Monumento Natural do Morros do Pão de Açucar e da Urca.

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

A pista exclusiva para pedestres ou para andar à pé, é um caminho pavimentado com asfalto e tem de um lado em seu trajeto as encostas rochosas e matas dos morros que ela contorna até quase a extremidade do Pão de Açucar, como voce pode ver no mapa, que se encontrava em uma das placas no local.

Do outro lado do caminho que existe outra parte de encosta que desce para o mar, e muitos locais com vegetação costeira, muitos rochedos e grandes pedras, o que forma um cenário muito bonito, principalmente em um dia de sol, quando podemos ver a água brilhando ao bater nas rochas.

Mapa da pista Cláudio Coutinho e Monumento Natural dos Morros Pão de Açucar e Urca

Acima o mapa da pista Cláudio Coutinho e da área do Monumento Natural dos Morros Pão de Açucar e Urca

Olhando mais adiante, e focando os olhos mais além, o cenário se amplia, e podemos ver em alguns pontos ao olhar para trás a Praia Vermelha, ponto de partida da caminhada, ou uma grande ilha que situa-se aos pés do Pão de Açucar, assim como as montanhas de rocha do Morro da Babilônia, que situa-se do outro lado da Praia Vermelha.

Em muitos pontos do caminho, podemos ver bancos feitos de pedra com assento em madeira, bancos estes que convidam nos para sentar e apreseciar a paisagem.

Em termos de trilhas que começam a partir do caminho do Bem-Te-Ví ou pista Cláudio Coutinho, existe a trilha até o topo do Morro da Urca, e outra trilha que começa ao final do caminho ou pista pavimentada. Existe uma placa informando que a trilha encontrada ao final do caminho é perigosa, e somente deve ser feita com guias experientes.

Caminho ao longo do mar cercado de mata por um lado na Urca

Acima trecho do belo caminho cercado cercado de verde que em algumas partes apresenta gradis ao longo do mesmo.

Pássaros, animais e flora vistos no local

A flora ou vegetação do local é típica da Mata Atlântica, mas ao que parece em recuperação, pelos menos nos trechos próximos ao caminho, pois não chega à ser tão grandiosa como a da Floresta da Tijuca, cuja densidade e quantida de arvóres de maior porte é bem maior. Entretanto, de um modo geral as matas, árvores e vegetação em geral são muito bonitas e formam um belo espetáculo natural.

Quanto aos animais e pássaros, as placas existentes no local mostram uma certa variedade dos animais do ecossistema local. Entretanto, durante a caminhada de domingo, o que vimos no local ocasionalmente com mais frequência foram pequenos micos ou saguís e pássaros vermelhor chamados tiê-sangue, assim com um gavião. Em fins de semana o movimento é maior, e o barulho de conversas assusta os animais.

Foto tirada da pista Cláudio Coutinho | Mar, rochedos e árvores

Acima, foto tirada durante a caminhada, vendo a vegetação que se projeto sobre os rochedos e a espuma das ondas sobre pedras das encostas.

Montanhismo e Escalada

Ao caminhar pela pista num fim de semana, nos trechos onde existem rochedos aparentes, vemos muitos praticantes de montanhismo ou alpinismo fazendo escaladas na encosta do Morro da Urca, com equipamentos como cordas, grampos e etc.

Outros escalam ou treinam apenas em pequenos rochedos, como uma espécie de parede de escalar natural, como uma preparação dos iniciantes para maiores escaladas.

Sobre o nome do caminho ou pista

A Pista Cláudio Coutinho mede 1250 metros, e leva este nome em homenagem ao ex-treinador da seleção brasileira de futebol, do mundial de 1978.
A pista é também conhecida por Estrada do Gastão ou Caminho do Bem-Te-Vi, e foi aberta à visitação pelo exército no final dos anos de 1980.

Cláudio Coutinho, juntamente com Carlos Alberto Parreira, foram também preparadores físicos da seleção campeã do mundial de 1970, sob o comando de Zagalo como treinador. Coutinho chegou ao posto de Capitão de Artilharia, quando no exército era formado pela Escola de Educação Física do Exército.

Coutinho conheceu Kenneth M. Cooper nos Estados Unidos em um congresso, e foi o propagador e introdutor do método de condicionamento no Brasil, e segundo dizem ele corria naquela estrada.

Cenas da caminhada através de fotos

Mar, rochedos e árvore visto da pista Cláudio Coutinho, na UrcaPequenas flores campestres fotografadas com lente macroVegetação, muitas pedras, rochedos e mar são cenários da pista Cláudio Coutinho na Urca

Acima fotos tiradas no local, durante a caminhada ecológica pela pista Cláudio Countinho ao logo do sopé ou encosta do Morro da Urca e Pão de Açucar. Na imagem do lado direito, o mar, rochedos e árvore vistos do caminho. Ao centro pequenas flores campestres fotografadas com lente macro, tendo o mar ao fundo. E do lado direito, outra cena muito bonita, onde podemos ver a vegetação, muitas pedras, rochedos e mar que fazem parte de um dos mais pitorescos recantos da Urca.

Referências
  • Relato de visita ao local, com textos e fotos do autor deste website assim como de colaboradores.