Barra da Tijuca

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

A Barra da Tijuca é um dos bairros mais novos do Rio de Janeiro, que tomou impulso após a década de 1970 e se que firma com um dos bairros de maior evidência na cidade e no Brasil. A cada dia que passa, aumentam as inúmeras atrações do bairro.

Anúncio:

Aparência do Bairro

A Barra da Tijuca se destaca dos demais bairros por vários fatores, alguns enumerados à seguir.

Sob o ponto de vista geográfico e topogáfico, se destaca da cidade por ser uma grande baixada e possuir três grandes lagoas assim como praias extensas e longas.

Embora outras áreas do Rio de Janeiro que situam-se entre as montanhas também fossem no passado áreas alagadiças com lagoas e entradas de mar, estas não existem mais como nos tempos remotos, tendo sido aterradas.

A única área do Rio, com excessão da Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes que ainda mantém uma lagoa é a área da Lagoa Rodrigo de Freitas.

Sob o ponto de vista de traçado urbano, a Barra se destaca por ter sido planejada voltada para o automóvel seguindo conceitos de cidades setorizadas, então em voga no auge da arquitetura e urbanismo modernista do Século 20.

Vistas Panorâmica da Barra da Tijuca

Abaixo a Barra da Tijuca vista da Pedra Bonita. Grandes lagoas, algumas montanhas, extensas faixas de areia ao longo do mar aberto para o oceano compõem o cenário. O bairro tem sido adensado progressivamente, e muitos manguezais tem sido destruídos.

Vista da Barra Tijuca | Lagoas, algumas montanhas, extensa faixa de mar compõem o cenário

Em algumas partes do bairro ainda predomina edifícios de 3 andares, ou até casas de morada individual. Em outras partes, grandes condomínios de apartamentos, alguns com agrupamentos de prédios de 25 andares cada. Muitos condomínios abrangem vários edifícios em áreas fechadas, com muitos serviços disponíveis para os moradores.

Mapa da Barra da Tijuca

Mapa turístico da Barra da Tijuca, Joá e Itanhangá

Acima um mapa turísico da Barra da Tijuca, com os pontos mais importantes e principais atrações do bairro. As lagoas da Barra que são vistas na foto acima, podem ser vistas também no mapa.

Sob o ponto de vista social, se destaca pela figura dos chamados "Emergentes", sobre os quais se fala mais abaixo. E acompanhando ainda o lado social, o bairro se destaca por seus inúmeros Shopping Centers, condomínios de alto nível com prédios altos e uma arquitetura que para uns é arrojada, e para os mais críticas é apenas eclética sob o ponto de vista contemporâneo.

Um Bairro Projetado para o Automóvel

O plano urbanistico da Barra da Tijuca prioriza a locomoção por automóvel. Salvo alguns pequenos trechos, o bairro não é do tipo onde voce pode ir caminhando na padaria da esquina, no jornaleiro, supermercado ou boteco da esquina.

Sendo o "Plano Piloto" da Barra da Tijuca projetado por Lúcio Costa, este plano urbanistico segue o mesmo furor e delírio modernista racionalista que inspirou o plano urbanistico de Brasília, com tendência a priviligear a locomoção por automóvel e a separação da cidade em setores e zonas funcionais.

Entretanto o plano da Barra parece ser mais flexível quanto à setorização, e quanto ao código de construção de edifícios de apartamentos, permite a construção de condomínios de torres de edifícios de apartamentos, ou seja, de predominância verticalizada, ao contrário de Brasília onde os edifícios tem menos andares e tem aparência de blocos horizontalizados nas super quadras.

Em certos trechos da Barra da Tijuca existam condomínios com torres de edifícios de apartamentos em condomínos fechados de até 25 andares, ao contrário de Brasília cujos edifícios de super-quadras tem predominância horizontalizada e não existiam condomínios com área isolada da cidade entre os blocos.

Nos setores onde foram criados mega-condomínios fechados, estes geralmente possuem alguns serviços internos, mas geralmente cada família necessita de mais de um automóvel. Entre estes condomínios destacam-se o Novo Leblon e Nova Ipanema, condomínios estes que imprimiram um novo estilo de morar na cidade.

O Paraiso do Shoppings Centers

Acompanhando a especulação imobiliária, que anúnciava a barra como o novo eldorado perto da praia, promovendo uma verdadeira revoada de familias para os novos condomínios, surgiram os mega-supermercados como o da rede Carrefours e também grandes Shopping Centers.

O Barra Shopping na Barra da Tijuca juntamente com o Shopping Rio Sul em Botafogo inauguraram a era dos grandes shopping centes da forma como são atualmente concebidos atualmente, e praticamente aniquilaram muito do comêrcio tradicional de rua nos bairros do Rio de Janeiro. Com a construção de novos cinemas e teatros nas dependências dos shoppings com facilidade de estacionamento e segurança, os cinemas e teatros de rua entraram em decadência e foram praticamente extintos nos bairros da cidade.

A Barra da Tijuca, como bairro novo, não passou por este processo de transformação. Já nasceu voltada para o automóvel, para os mega-supermercados e shopping centers. Após o Barra Shopping surgiram o Via-Park, o centro de comêrcio lazer e diversões chamado New York City e inúmeros centros empresariais.

A Barra dos Emergentes

Associado ao desenvolvimento do bairro, surgiram os chamados "Emergentes" ou um neologismo para antigo termo "Novos Ricos". Os emergentes são tidos como pessoas que enriqueceram em pouco tempo, são moradores do bairro e não fazem parte de familiais tradicionais do Rio de Janeiro e nem tem antepassados que frequentavam colunas sociais.

Extravagâncias no vestir, gosto exótico quanto à arquitetura e decoração fazem parte das caracteristicas de alguns emergentes, com seus apartamentos decorados com inspiração na arquitetura "kitsch" de Miami ou Las Vegas nos EUA.

Enquanto as antigas e maiores mansões da Rua São Clemente, construídas em Botafogo na virada e início do século 20 se inspiravam e se igualavam à ostentosas e ao mesmo tempo elegantes moradias de nobres e magnatas Europeus, os emergentes da barra adoraram mimetismos neoclássicos e arquitetura pós-moderna típicas de Miami. Não existe como negar esta influência, uma influência que certamente produz construções também mais baratas e que exige um gosto menos elaborado e menos complicações estéticas ou preocupações sobre como e onde investir ou gastar dinheiro.

Lagoas na Barra

O Bairro possui três grandes lagoas ligadas entre sí por estreitas faixas de água que se comunicam, sendo esta uma das caracteristicas marcantes do bairro. As três lagoas são a Lagoa da Tijuca, Lagoa de Jacarepaguá e Lagoa de Marapendí.

A Lagoa da Tijuca é a primeira a ser vista por quem vem da zona sul, sendo que uma de suas partes mais estreitas se chama Largo do Branco. Em sua parte maior, a Lagoa da Tijuca também possui uma pequena baía ou enseada bastante fechada chamada de Saco Grande.

A Lagoa de Jacarepaguá possui um trecho bem estreio que é também chamada de Lagoa do Camorim, e a parte maior e de grandes proporções, que é chamada Lagoa de Jacarepaguá tem em suas margens o Autódromo de Jacarepaguá e o Rio Centro.

A Lagoa de Marapendi e uma longa faixa de água, bastante ampla e larga em muitos pontos, que segue ao longo da praia, entre a Av. Lúcio Costa (antiga Av. Sernambetiba) e a Av. das Americas, tendo muitos prédios e loteamentos também ao longo da mesma.

Destaques e Atrações da Barra da Tijuca

Além da imensa e bela praia e das lagoas que caracterizam o local, assim como os shopping centers, existe o Autódromo de Jacarepaguá que já sediou corridas do GP de Formula 1 no Brasil e o Rio Centro que é um imenso centro de convenções que sediou a Rio 92, uma conferência mundial da ONU sobre o meio ambiente, quando lá compareceram chefes de estado de todo o mundo.

A arquitetura do bairro também é uma atração, com seus condomínios de apartamentos formados por altas torres, algumas de arquitetura chamativa. Alguns centros empresariais destacam-se por sua arquitetura ousada e belo paisagismo, e também por introduzirem novos conceitos em termos de conteúdos programáticos de arquitetura para centros comerciais no Brasil.

Em termos de parques e jardins, destaca-se o parque Bosque da Barra, uma grande área verde com fins preservar a vegetação orignal da área da Barra da Tijuca e também área de lazer e passeio.

Referências

Se gostou, recomende: