Rio de Janeiro AquiRio de Janeiro Aqui

Quitandinha | Petrópolis

O Palácio e Hotel Quitandinha em Petrópolis foi um marco arquitetônico, marco da engenharia, marco da era de ouro dos cassinos e um marco na história do show business no brasil. O luxuoso hotel teve seu repentino apogeu durante a época do jogo, ficando nacionalmente conhecido e se tornando um dos ícones de Petrópolis.

O hotel tem aparência europeia, e sua chamativa e alegórica decoração interna foi inspirada em cenários de famosos filmes de Hollywood da primeira metáde do século 20. O antigo cassino é um espaço enorme em baixo de uma cúpula de concreto, um desafio para época.Hotel e palácio Quitandinha

Nos dias atuais, os apartamentos do luxuoso hotel estão transformado em um condomínio de apartamentos com serviços, tipo apart hotel, onde os moradores são proprietários ou alugam suas unidades.

As partes sociais (pelo menos até 2007), pertencem aos proprietários do hotel, e estas instalações ficam abertas à visitação publica mediante ingresso e são também alugadas para eventos e congressos.

Os espaços sociais são enormes e chamam a atenção pela decoração exótica inspirada na era de ouro de Hollywood.

Salões do antigo Hotel Quitandinha em PetrópolisExiste um club noturno de dança e show com palco para orquestra ao estilo da era Glen Miller.

Os salões de estar do hotel são enormes e grandiosos, com tetos altíssimos e decoração exuberante.

Enormes áreas cobertas que eram usadas para rinques de patinação e quadras de esporte.

Um espaço grandioso era foi projetado e usado para cassino onde é possível escutar eco devido ao tamanho.

Existe também uma grande sala de concerto ou teatro com mais de um palco.

Quando se visita sente-se uma sensação de vazio e abandono, quase melâncolia, e é realmente da pena. Sente-se vontade de fechar os olhos e imaginar que num passe de mágica voltassemos ao passado. Então podemos imaginar que todas as luzes se acendessem, e inúmeras pessoas passassem a circular novamente pelos salões, dando vida à um local que ficou perdido no tempo. Apenas a imaginação pode fazer voltar um tempo ou uma época que não existe mais.

Mas vale a pena circular por aqueles ambiente e locais que um dia brilharam ao som e estilo de uma época cheia de glamour, um local que encantou tantas pessoas, em um tempo onde ainda existiam termos com Damas e Cavalheiros corteses, como num filme ao estilo Casablanca ou similares de Hollywood.

Quem esteve à frente do empreendimento do Hotel e Cassino Quitandinha, durante sua construção e fase de glamour foi o empresário Joaquim Rolla, do ramo de cassinos e que gostava de empreendimentos grandiosos. Ele foi proprietário do Cassino da Urca, esteve ligado à Pampulha e foi responsável também pela construção do Pavilhão de Exposições de São Cristóvão em sua forma original.