Rio de Janeiro AquiRio de Janeiro Aqui

Parque e Aterro do Flamengo

Parque e aterro do Flamengo em vista aérea

Também conhecido como Aterro do Flamengo, o parque é uma enorme área gramada e arborizada, ao longo do mar, contendo quadras de esporte, cliclovia, e locais para caminhar e lazer.

O nome oficial é Parque Brigadeiro Eduardo Gomes.

Parte do Rio Criada Pelo Homem

O Parque do Flamengo é também popularmente conhecido como "Aterro do Flamengo" pois é uma área do Rio que não foi feita pela natureza e sim pelo homem. Estranhamente destoando da topografia original da cidade, se tornou uma área que se integrou bem ao cenário urbano, se tornando uma área querida dos cariocas.

Milhares de carros passam por entre as áreas arborizadas, assim como usuários de bicletas que usam a sua ciclovia. E milhares de pessoas frequentem o parque semanalmente com fins de passeio, lazer ou esporte.

Aos domingos e feriados o Aterro tem suas pistas de tráfego liberados ao público, quando estas são utilizadas para lazer e recreação.

Marina da GlóriaMAM | Museu de Arte Moderna
Parque e aterro do Flamengo
História do Aterro do FlamengoMonumento aos Pracinhas da II Guerra Mundial

Sobre o Aterro do Flamengo

Embora o nome o parque carregue o nome de Parque do Flamengo, sua extensão vai bem além do bairro do Flamengo, onde começa perto do Morro da Viúva ou final de Botafogo.

O parque corre junto ao mar passando à frente de bairros e áreas que vem depois do Flamengo em direção ao centro da cidade, como Largo do Machado, Catete, Gloria e Centro do Rio, passando em frente ao Parque Passeio Público e Praça da Cinelândia, e terminando praticamente onde começa o aterro do Aeroporto Santos Dumont.

Melhor Hora para Visitar

Para visitar prefira as horas durante o dia e locais mais movimentados, pois a noite fica deserto, e assim sendo não é aconselhável.

Entretanto apenas perto das quadras de esportes, muitos praticam esportes em equipes ou grupos, como basquete e futebol, até de noite. Mas estas pessoas estão familiarizado com área e conhecem os locais mais movimentados.

Atenção: Infelizmente tem ocorrido assaltos no local, inclusive durante o dia (em 2008). Enquanto não houver melhor policiamento, é bom tomar cuidado ou evitar ir desacompanhado ou sem estar em grupo.

Área para Atividades de Lazer e Esportes

O aterro do Flamengo teve por objetivo prático criar vias de tráfego mais amplas e afastar a invasão de aguas do mar quando em dias de "ressaca" ou mar bravio. E dar vazão à terra retirada do desmonte parcial do Morro de Santo Antônio, local que se tornou um esplanada (ou campo largo) onde foi construída a nova catedral Metropolitana e vários edifícios modernos, perto do Convento de Santo Antônio que fica de frente para o Largo da Carioca no centro do Rio.

Tendo uma ampla área aterrada, foi possível também criar enormes áreas de lazer, com enormes gramados com inúmeras árvores, caminhos por onde é possivel caminhar, além de quadras esportivas, e posteriormente foi criada também uma ciclovia.

Quando de sua construção, também foram criadas pistas circulares para aeromodelismo e um enorme tanque para modelismo náutico. Muitas quadras poli-esportivas foram construídas, e ficam dispostas para alugar para grupos que formam equipes.

Aterro do Flamengo visto do Pão de Açucar

Uma Nova Praia

As praias que existiam na topografia original foram aterradas, com toneladas de pedras e terra, depositadas numa extensa e larga faixa, em direção ao mar.

Entretanto, a praia não foi de todo extinta, tendo sido criada também uma extensa faixa de areia, que é a atual Praia do Flamengo.

Assim, os bairros e áreas da cidade como Flamengo, Largo do Machado, Catete e Glória perderam suas praias e margens oceânicas originais, ficando um pouco mais afastados das águas do mar.

Em decorrência, é preciso caminhar um pouco mais em direção ao mar para chegar à praia, mas os moradores e visitantes ganharam um enorme parque que dividem com a cidade.

Elegantes Passarelas sobre o Aterro do Flamengo

Como existem vias de rodagem de alto tráfego que passam ao longo do parque, passarelas de pedestres de desenho leve e elegante foram criadas para facilitar o acesso ao parque aos moradores e visitantes. O projeto destas passarelas é de autoria do Arquiteto Afonso Eduardo Reidy.

O Que Ver No Parque do Flamengo

O MAM ou Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro assim como o Monumento aos Pracinhas que lutaram na Segunda Guerra Mundial são pontos que se destacam na paisagem do aterro do Flamengo.

Lá existe também, em uma construção de porte menor em relação às demais, bastante discreta, mas que abriga o Museu Carmem Miranda. Não muito longe do Museu Carmen Miranda, e também sobre o aterro do Flamengo, outro ponto interessante é Monumento à Estácio de Sá, heroi e fundador da Cidade do Rio de Janeiro. Do local se tem magnificas vistas da Enseada de Botafogo, Baía de Guanabara, e das montanhas do Rio com destaque para o Morro Cara de Cão, Pão de Açucar e Morro da Urca.

Anexo ao aterro do Flamengo, também foi criada a Marina da Glória, cujo fim é ser cais de barcos de passeio e lazer, onde muitas empresas oferecem serviços de passeio e excursões em saveiros ou mesmo grandes embarcações como iates. Além destes serviços de turismo e passeio náutico, na Marina da Glória existem restaurantes, lojas e espaços para eventos.

Vista do aterro do Flamengo entre Botafogo e Aeroporto Santos Dumont

Na foto acima, tirada de cima do morro da Urca, em primeiro plano, no parte inferior da foto parte das rochas e vegetação do morro.

Belos parques e jardins circundas as pistas de alta velocidade do aterro do FlamengoBelos parques e jardins circundas as pistas de alta velocidade do aterro do Flamengo Ao fundo, do lado esquerdo aparece parte da Baia de Botafogo e a seguir, na parte se projeta no mar, o início do bairro Flamengo. Nesta parte mais saliente do Flamengo, fica o Morro da Viúva, que é praticamente cercado por edifícios de apartamentos por todos os lados. Esta parte é aterrada e a também a parte que se prolonga adiante, mais à dirieita onde se vê uma faixa de areia.. Toda esta extensão entre mar e prédios foi quase na integra aterrada para construção do parque e vias de rodagem.

Ainda do lado esquerdo, ao final da faixa de areia, bem ao fundo vemos uma pequena península também artificial, que faz uma enseada onde fica a Marina da Glória.

De frente para esta enseada fica o bairro da Glória, centro da cidade e parte do Aeroporto Santos Dumont, que também foi construído em área aterrada, mas anteriormente ao aterro do Flamengo. O aeroporto é a faixa de terra plana que fica bem ao lado direito da foto. O Museu de Arte Moderna e o Monumento aos Praças e Mortos na Segunda Guerra Mundial fica na faixa de terra que circunda esta pequena enseada.

Belos parques e jardins circundam as pistas de alta velocidade do aterro do Flamengo como mostra a foto ao lado. Esta foto foi tirada em frente ao bairro da Glória, nos limites da Praça Luís de Camões, onde fica também o Memorial Getúlio Vargas. Ao fundo, do centro para o lado direito aparecem os edifícios do centro da cidade.