Livraria e Literatura de Cordel

Mostruário com diversos livretos de literatura de cordel

Onde encontrar e onde comprar livros de Cordel no Rio de Janeiro e sobre esta forma de expressão literária da cultura nordestina chamada literatura de cordel. O nome "cordel" vem do antigo costume de colocar os livretos presos um à um cordel ou fio de barbante grosso, como forma de exposição para venda.

Sobre o Cordel, Gênero Literário Popular

A Literatura de Cordel é uma das mais originais vertentes de expressão da cultura nordestina. Esta forma de expressão escrita e fotemente ligada à desnhos ilustrativos, aborda todos os tipos de temas, como romance e estórias de amor, humor, religião, biografias contada através de textos e desenhos, religião e outros assuntos.

Mas algo que chama atenção nesta literatura, principalmente quando versa sobre erotismo ou contos eróticos, é o humor picante e direto, sem eufemismos, o que para outras regiões do pais pode soar um tanto fora dos padrões estabelecidos para livros mais comuns.

Interessante que esta linguagem direta é bastante aceita e normal dentro da cultura do cordel, e livros que falam de assuntos sérios como religião ou biografias, são colocados ao lado de temas eróticos abordados com malícia direta e linguagem picante.

Estande de Venda Móvel Exibe Livros de Cordel

Para quem se interessa por este meio de expressão da cultura nordestina na Feira de São Cristovão, no Rio de Janeiro existe livraria e pontos de venda onde é encontra-se livretos sobre os mais variados temas.

Ao lado, uma banca de venda de livros de literatura de cordel, onde o proprietário usa um estande móvel em forma de réplica de caminhão de madeira, na cor amarela.

O estande é não somente decorativo, mas as rodas do caminhão realmente funcionam para a locomoção do mesmo.

Surpresas interessantes como estas são formas de manifestação da cultura popular nordestina encontradas na feira de São Cristóvão.

Este interessante estande móvel carrega muitos livretos, demonstrando a criatividade na venda e divulgação da arte popular e provavelmente não acadêmica com relação à maioria dos autores deste gênero literário.

Na foto do lado direito, os livretos exposos no estande móvel, com os mais variados temas, desde personagens do nordeste como Antonio Conselheiro e Frei Damião, à histórias fantasiosas, passando também por abordagens sobre personagens históricos do Brasil e do Mundo.

Literatura de cordel vendida em um estande que é também uma réplica artesanal de caminhãoLiteratura de cordel - Livr expostos para venda

Acima, lado esquerdo, literatura de cordel vendida em um interessante estande móvel. Do lado direito, também acim, livros e livretos de cordel sobre os mais variados temas, expostos no estande mostrado mais acima.

Livraria Especializada em Cordel na Feira de São Cristóvão

Ao lado, foto de uma livraria de literatura de livros de cordel e sua vitrine, na Feira de São Cristóvão, com farto material sobre o tema.

Além de livretos com os mais variados tipos de assuntos, esta livraria também vendia, pelo menos até quando esta foto foi tirada, pequenos e interessantes objetos de artesanato do nordeste.

A livraria possui um variado estoque de livros de cordel, expostos nas divisórias de madeira e estantes. Mas o acervo da livraria vai mais além, e lá encontram-se também outros tipos de livros.

Interior de uma livraria de cordel

Interior de livraria de cordel na Feira de São Cristóvão.

Gênero literatura de cordel expostos em livraria

Vitrine de livraria com inúmeros livretos do gênero do cordel expostos em sua forma tradicional.

Estão também expostos alguns objetos de artesanato e alguns souvenirs ou lembranças. Destaca-se em primeiro plano uma camisa de malha vermelha, que aparenta ser uma foto de Chê Guevara com um chapeu de couro nordestino, provavelmente uma homenagem bem humorada ao famoso político e revolucionário.

Na foto ao lado, abaixo da foto do interior da livraria, vemos a vitrine da livraira, com os livretos dependurados em um barbante ou "cordel" como reza a mais genuína tradição nordestina. Neste mostruário suspenso, os livretos estão presos aos cordeis afixados por prendedores de varal ou os popularmente chamados "periquitos".

Além de livretos, a livraria vendo também pequenos objetos em artesanato ou de arte nordestina.

Desenhos e Ilustrações Na Literatura de Cordel

Pode-se observar que, a chamada "Literatura de Cordel" tem não somente caracteristicas de estilo artístico e literário próprio, mas também está associada à um tipo de arte e grafia que é peculiar às ilustrações da maioria dos livretos.

No caso, pode-se notar estas similaridades com relação as traços do desenho e formas de representação.

A grafia e estilo, provavelmente são também influênciadas pelo modo de produção do mesmo, ou seja modo de impressão, que em tempos passados, certamente se utilizava de técnicas menos modernas. Isto fica evidente em alguns livretos, quando o traço e arte dos desenhos é simplificada e em alguns casos utilizando-se de poucas cores.

Mas a criatividade é sempre presente. E arte popular, sempre se manifesta de forma interessante e genuína, adquirindo caracteristicas próprias em função dos requisitos de produção aliados à origens e influências culturais.

Referencias e Fontes:

Se gostou, recomende: